Por Guilherme Prezia,
da Agência Canadá para Brasileiros

Ela trabalhou durante 15 anos no Consulado Canadense avaliando pedidos de visto e imigração. No final de 2009, Maria João Guimarães, 35 anos, decidiu largar o estável emprego no Consulado de São Paulo para abrir sua própria empresa de consultoria: a MJ Consultoria.

Em entrevista exclusiva ao Canadá para Brasileiros, Maria João relata sua longa experiência de trabalho para o Governo Canadense. Ela também explica quais serviços sua nova empresa passa a oferecer aos brasileiros interessados em estudar, trabalhar ou imigrar para o Canadá.

A MJ Consultoria firmou ainda recentemente parceria exclusiva com o Canadá para Brasileiros. Todos os clientes de nossa agência de intercâmbio – www.intercambionocanada.com – podem agora fazer o pedido de visto de estudante utilizando do suporte e orientação da MJ Consultoria.

Breve perfil

Maria Joao - Imigracao - EntrevistaMaria João Guimarães nasceu em Lamego, interior de Portugal. Ainda bebê, mudou-se com seus pais para o Brasil. Formou-se em Secretariado Executivo Bilíngue pelas Faculdades Integradas Hebraico B. Renascença de São Paulo (SP). Maria João trabalhou no Consulado Canadense de São Paulo entre 1994 e 2009. Um de seus principais cargos foi o de “Immigrant Case Analyst”, cuja função era de avaliar pedidos de imigração.

Entrevista

Canadá para Brasileiros: Como surgiu a oportunidade de você trabalhar no Consulado Canadense de São Paulo?

Maria João: Entrei no Consulado como temporária  em 1994 para ajudar o Departamento Comercial. Naquela época, um amigo dos meus pais trabalhava neste setor e ele precisava de uma estudante para ajudar a passar fax, responder emails, organizar os arquivos e auxiliar as secretárias por um período de aproximadamente 3 meses. Achei a proposta interessante pois poderia com 21 anos começar a ganhar meu próprio dinheiro. Acabei trabalhando como temporário no Departamento Comercial até final de 1995. Logo em seguida, o Departamento de Vistos e Imigração me chamou para trabalhar como temporária na alta temporada de 1996. Em 1997 eu fui morar nos EUA para aprender inglês. Por fim, em 1998, surgiu a oportunidade de ser efetivada no Setor de Vistos e Imigração.

Canadá para Brasileiros: Quais funções você desempenhou trabalhando no Consulado?

Maria João: Ao longo dos anos fui adquirindo conhecimentos relacionados a imigração, aprimorei o inglês, comecei a estudar francês e fiz faculdade. Aos poucos minhas tarefas e responsabilidades foram aumentando. No começo atendia o telefone e o público que ia ao Consulado. Aos poucos fui me interessando pelas Leis de Imigração. Comecei a fazer a abertura dos processos de imigração, a solicitar documentos faltantes e ainda dar instruções para os candidatos à imigração. Por fim, pude analisar os processos, verificar se o candidato tinha o perfil necessário e, ainda, se os documentos no processo estavam corretos. Também trabalhei com os pedidos de vistos de visitante, estudos e trabalho.

Canadá para Brasileiros: O que te motivou a sair do Consulado e abrir sua própria empresa de consultoria?

Maria João: Resolvi sair do Consulado porque o trabalho estava muito pesado. No começo, a demanda de imigração não era tão alta e não havia tamanha procura como hoje em dia. Além disso, o trânsito de São Paulo é caótico. Trabalhar na região da Berrini* é uma loucura, todos os dias era uma aventura para chegar no Consulado e depois voltar para casa. Entrei no Consulado ainda jovem e aos longos destes anos percebi que os candidatos possuem muitas dúvidas. Nada melhor do que saná-las com alguém que trabalhou no Consulado do Canadá.

*Nota do Editor: a avenida Luís Carlos Berrini, em São Paulo (SP), é a via que dá acesso ao prédio do Consulado Canadense.

Canadá para Brasileiros: Quais são os serviços oferecidos por sua consultoria?

Maria João: A MJ Consultoria assessora os pedidos de imigração, vistos de visitante, estudos e trabalho.  O candidato pode me contatar quantas vezes quiser para sanar dúvidas e obter informações.

Canadá para Brasileiros: Os seus serviços de visto podem ser contratados por clientes de qualquer lugar do Brasil? Como você faz no caso da pessoa, por exemplo, morar em Salvador?

Maria João: Como há somente o Setor de Vistos e Imigração em São Paulo, o cliente pode enviar o pedido de visto ou imigração por correio para o escritório com o qual tenho parceria. O cliente não precisa viajar até São Paulo para dar entrada no pedido de visto. Além disso, a presença física do cliente no Consulado não altera o tratamento do pedido.

Canadá para Brasileiros: Além da consultoria e orientação, a sua agência também faz o envio e o pedido de visto para o Consulado?

Maria João: Sim. Damos entrada em todos os tipos de vistos no Consulado: turismo, estudo, trabalho, além de todas as categorias de imigração para o Canadá.

Canadá para Brasileiros: A comprovação de renda é um dos pontos mais importantes no pedido de visto de turista ou estudante. O que você diria aos nossos leitores sobre como comprovar renda da melhor forma?

Maria João: Num pedido de visto, seja ele de visitante ou estudante, não importa apenas a renda. Muitas pessoas acham que se tem dinheiro conseguirão o visto mas não é bem assim. A aprovação de um pedido de visto leva em consideração vários fatores: renda, experiência de viagens internacionais, motivo real de ter escolhido o Canadá, dar informações que não sejam conflitantes. Minha dica: nunca dê uma informação que não seja verdadeira e apresente sempre evidências de que você possui o capital necessário para realizar a viagem. Recomenda-se apresentar imposto de renda, extratos de banco e aplicações financeiras.

Canadá para Brasileiros: Ainda sobre renda, quanto de dinheiro a pessoa precisa ter, em média, para estudar inglês no Canadá?

Maria João: Não existe bem uma fórmula da quantia de dinheiro mínima que o estudante deve comprovar, deve ser levado em consideração tempo de estudos, tipo de curso, durante a análise de um pedido de visto, o oficial de imigração é quem decide se os documentos apresentados são satisfatórios.

Canadá para Brasileiros: Baseado na sua longa trabalhando no Consulado, qual é erro mais comum e frequente cometido pelos aplicantes de visto?

Maria João:
O cliente deve sempre dizer a verdade e não “ florear”  demais um pedido de visto.  Muitas vezes a pessoa acha que inventando ou fabricando documentos e informações tornará o pedido de visto melhor, mas não é bem assim. O pedido de visto deve fazer sentido, ou seja, a pessoa deve provar os motivos pelos quais escolheu o Canadá, motivo da viagem, comprovação de renda, etc.

Canadá para Brasileiros: Em caso de visto negado o aplicante poderá recorrer à decisão?

Maria João: Quando um pedido de visto é recusado, o cliente pode aplicar novamente quantas vezes quiser, até no dia seguinte. No entanto, não valerá a pena fazer uma nova solicitação se o cliente não tem documentos e informações adicionais para rebater a recusa anterior.

Canadá para Brasileiros: A sua agência presta assistência para aqueles que tiveram o visto negado e desejam refazer o pedido?

Maria João: O cliente que obteve o visto recusado pode fazer uma segunda ou terceira tentativa através do meu escritório, mas não tenho como garantir a aprovação de um visto canadense uma vez que eu não sou cônsul canadense. Posso dar dicas, verificar se os documentos seriam satisfatórios para dar entrada novamente no Consulado.

Canadá para Brasileiros: Sobre imigração para o Canadá, qual é o perfil de candidato que o governo canadense está buscando? Quem se enquadra no perfil de potencial imigrante?

Maria João: O imigrante hoje em potencial, além de ter que falar inglês ou francês e ter uma profissão em demanda, se ele já possui vínculos com o Canadá – isso é um fator determinante. Hoje se leva em consideração se o candidato já estudou no Canadá, trabalhou, tem parentes no Canadá. Com certeza este candidato terá mais facilidade para se adaptar quando chegar no Canadá como imigrante.

Nota do editor: para ver a lista das 38 profissões em demanda no Canadá, acesse o site www.cic.gc.ca.

Canadá para Brasileiros: Falar inglês ou francês é obrigatório para se imigrar para o Canadá?

Maria João: Sim, falar um dos idiomas oficiais do Canadá é obrigatório.

Canadá para Brasileiros: É preciso ser fluente?. Qual é o grau de dominio mínimo do inglês ou francês que o candidato deva ter?

Maria João: Tudo vai depender de quantos pontos o candidato faz nos outros fatores, mas pode-se dizer que o candidato deve ter nível avançado de inglês ou de francês.

Canadá para Brasileiros: É preciso se ter faculdade para imigrar?

Maria João: Não necessariamente. Porém é quase impossível um candidato atingir os pontos necessários para a imigração tendo apenas o segundo grau completo.

Canadá para Brasileiros: Estar casado ou ter filhos afeta positivamente ou negativamente no pedido de imigração?

Maria João: O estado civil ou ter filhos não afeta o processo de imigração.

Canadá para Brasileiros: Qual é a causa mais comum de atrasos em pedidos de imigração?

Maria João: O tempo médio de processamento divulgado pelo governo canadense é apenas uma estimativa. Pode demorar um pouco mais ou um pouco menos. Devemos levar em consideração a demanda de imigração, os números de pedidos recebidos pelo Consulado, o tamanho do escritório, a maneira como o candidato documentou o processo. Os processos de imigração que mais demoram são aqueles que apresentam problemas criminais e médicos.

Canadá para Brasileiros: Quais os erros mais comuns que as pessoas comentem no pedido de imigração?

Maria João:
Os candidatos devem apresentar aquilo que é solicitado e não o que eles acham que são documentos importantes. Devem responder corretamente todas as questões dos formulários e não omitir informações que são importantes. Muitas vezes o candidato não responde com veracidade a alguma questão e quando essa informação é descoberta, o processo acaba demorando muito mais. Verificações adicionais num caso como este sempre são necessárias. Muitas vezes o candidato acha que ele sabe muito sobre o assunto de imigração e decide por ele mesmo os documentos que ele julga importante e muitas vezes ele acaba fugindo da lista de documentos pedidos.

Canadá para Brasileiros: Em quais modalidades de imigração para o Canadá a sua empresa oferece consultoria?

Maria João: Oferecemos assessoria para todos os processo de imigração: Federal Québec, Programa das Províncias, Reunião Familiar, Investidor, entre outras categorias.

Canadá para Brasileiros: Você faz uma avaliação prévia do candidato antes dele contratar seus serviços?

Maria João: Eu cobro uma taxa para fazer uma análise do candidato e verificar se ele tem o perfil necessário. Se ele não possuir o perfil, eu já explico com clareza e não faço o cliente pagar honorários. Não é justo cobrar honorários elevados sabendo que o candidato não é um imigrante em potencial, além de fazer com que ele gaste dinheiro desnecessariamente.

Canadá para Brasileiros: O interessado em fazer com você uma avaliação de perfil pode fazê-la por email, telefone ou pessoalmente?

Maria João: Faço a avaliação por email e telefone. Após esta consulta eu envio um questionário com quatro páginas no qual o candidato deve responder e enviar juntamente com o seu currículo. Se for necessário, posso marcar uma consulta pessoal. 

Canadá para Brasileiros: Quanto de dinheiro precisa-se ter para imigrar para o Canadá?Como comprovar ter essa quantia?

Maria João: O valor mínimo necessário varia de acordo com o número de pessoas no processo. Uma pessoa adulta, solteira, por exemplo deve comprovar ter aproximadamente 12 mil dólares canadenses.

Canadá para Brasileiros: O candidato pode tirar, por exemplo, um empréstimo?

Maria João: Ele deverá ao longo do processo apresentar documentos de renda que comprovem que já possui o capital necessário ou ainda provar como obterá essa quantia. Se o candidato não possuir este capital mínimo, o processo é recusado.

Canadá para Brasileiros: No caso da pessoa não possuir o dinheiro mas, por exemplo, ter um carro em seu nome, poderá ela no início do processo alegar que irá vender o automóvel a fim de obter os 12 mil dólares?

Maria João: O candidato deverá mostrar ao longo do processo que ele vai obter o capital caso venda uma propriedade ou carro. No entanto, quem decidirá se aceitará estas informações e comprovações será o oficial de imigração.

Canadá para Brasileiros: Você trabalhou muitos anos no Consulado Canadense e pôde presenciar de perto o enorme crescimento do interesse dos brasileiros em imigrar para o Canadá. Como você vê o processo de imigração para o Canadá para os próximos anos – haverá mudanças?

Maria João: Acredito que em breve haverá mudança na lista de ocupações. A mudança desta lista em novembro de 2008 com certeza trará um impacto na imigração que ainda não foi percebida pelo Canadá porque este resultado demora algum tempo para ser percebido. Se o Canadá perceber que houve pouca demanda por causa disso, com certeza esta lista vai sofrer alterações.

Nota do Editor: “lista de ocupações” é a listagem oficial de profissões em demanda no Canadá.

Canadá para Brasileiros: Quais mudanças você acredita que haverá na Imigração Canadense. Poderão, por exemplo, mudar a lista de profissões?

Maria João: Eu acredito que a lista das ocupações aumentará, acredito que sempre precisará de profissionais na área de Engenharia e Tecnologia.

Canadá para Brasileiros: Qual sugestão você daria para um brasileiro que deseja imigrar para o Canadá mas ainda não atende às exigências do processo de imigração. Tem como ganhar qualificação?

Maria João: Acho que é precipitado o candidato formalizar um processo de imigração sabendo que ele não possui o perfil, ele vai perder tempo e dinheiro. É muito melhor ele se preparar e formalizar o processo futuramente sabendo que ele terá grandes chances de aprovação. Através da auto-análise informal disponível no site de imigração*, o candidato tem como saber o fator ou os fatores que ele precisa aprimorar antes de dar entrada no pedido de imigração. Ele planejar uma estratégia e com certeza ele conseguirá ser residente permanente no Canadá!

*Nota do Editor: www.cic.gc.ca

Mais informações

MJ Consultoria

Site: www.mjconsultoria.com.br/

E-mail: contato@mjconsultoria.com.br

Telefone: (11) 9458 1515